Blog

História do Flamenco

2010-08-18 Flamenco

O flamenco é um estilo musical e um tipo de dança fortemente influenciado pela cultura cigana, mas que tem raízes mais profundas na cultura musical mourisca, influência de árabes e judeus. A cultura do flamenco é associada principalmente à Andaluzia na Espanha, e tornou-se um dos ícones da música espanhola e até mesmo da cultura espanhola em geral.

O flamenco inicialmente era apenas cantado, somente depois começou a ser acompanhado por guitarra, palmas, sapateado e foi criada a dança Foram introduzidos novos instrumentos como o “cájon” (adaúfe) e as castanholas que são hoje imagem de “marca”.

Em 1499, foi imposto pelo monarca de Espanha que todos os mouros, judeus e ciganos que viviam no país fossem baptizados, caso não aceitassem eram deportados para África ou mortos. Assistiu-se à fuga de mouros, ciganos e judeus para as montanhas e regiões rurais, para desta forma fugirem a esta imposição.

Foi nesta situação social e economicamente difícil que as culturas musicais de judeus, ciganos e mouros começaram a fundir-se no que se tornaria a forma básica do flamenco: o estilo de cantar dos mouros, que expressava a sua vida difícil na Andaluzia, as diferentes “compas” (estilos rítmicos), palmas ritmadas e movimentos de dança básicos. Muitas das músicas flamencas ainda reflectem o espírito desesperado, a luta, a esperança, o orgulho e as festas nocturnas durante essa época.

O flamenco foi criado das palavras felag mengu (que significa “camponês de passagem” ou “fugitivo camponês”).
Flamenco
Por volta de 1847, começaram a crescer em importância os chamados “Cafés Cantantes”, bares, onde havia “recitais” da Arte Flamenca. Foi o pontapé inicial para a fase áurea do flamenco, compreendida entre 1870 e 1920.

A guitarra flamenca, e a muito parecida guitarra clássica, são descendentes do alaúde. Pensa-se que as primeiras guitarras terão aparecido em Espanha no século XV. Em 1922, um dos maiores escritores espanhóis, Federico García Lorca e o compositor de renome Manuel de Falla organizaram a “Fiesta del cante jondo”, um festival de música folclórica dedicada ao “cante jondo”. Fizeram-no a fim de estimular o interesse no flamenco que nessa altura estava fora de moda. Dois dos mais importantes poemas de Lorca, “Poema del cante jondo” e Romancero gitano”, mostram a fascinação que este tinha pelo flamenco.

O flamenco é actualmente dividido em três categorias:
Flamenco Jondo ou flamenco antigo, é a forma mais tradicional do flamenco.
Flamenco Clássico, tocado de forma mais moderna que utiliza técnicas novas tanto para a guitarra flamenca quanto para a dança flamenca e para o cante flamenco.
Flamenco Contemporâneo, trata-se do flamenco jondo e clássico somados ao jazz e ao fusion.

Em Portugal, o Flamenco está implementado em diversas cidades e é cada vez mais uma dança, temos alguns bailarinos conceituados, mas o nome imortal é do espanhol Joaquim Cortez que conquistou o mundo inteiro, com uma energia única…

Deixo-vos um vídeo do fabuloso Joaquim Cortez para que possa apreciar…



Espero-vos numa próxima dança…
Nota: A maioria da informação foi retirada da wikipédia


Fernanda Duarte

---

Comentários


 
« Voltar

Ferramentas

Pesquisar:


Subscrever fonte:
RSS / Atom


Onde dançar:
Ver mapa!


Traduzir:
Portuguese/English Portuguese/Spanish Portuguese/French Portuguese/German