Blog

Tito Puente

2010-02-17 Tito Puente

Anthony Puente, Jr. (Tito Puente) nasceu a 20 de Abril de 1923, em Nova Iorque, com ascendência Cubana e Porto Riquenha, o seu primeiro contacto com a salsa foi inicialmente através da dança. No final dos anos 1930, Tito Puente tinha a intenção de se tornar bailarino profissional, mas devido a um acidente de bicicleta teve que abandonar este sonho e seguiu para o mundo da música.

Tito Puente com dez anos apenas, tocava em bandas latinas locais, em festas de bairro. Mas foi com 13 anos que Tito entrou para o mundo da música profissional, tocava na banda Los Happy Boys, no Hotel Park of New York Place.

Ainda adolescente começou a tocar na Orquestra Machito, pela mão de Noro Morales; Machito torna-se assim o seu o primeiro mentor. Puente então foi trabalhar com o pianista Cubano e líder de banda Jose Curbelo começando em Dezembro de 1939. Ele tocou com Johnny Rodriguez, Anselmo Sacassas, músicos que o inspiram no seu estudo e paixão pelo piano.
Tito Puente
No entanto em 1942, Puente foi convocado para a Marinha, para lutar na Segunda Guerra Mundial, esteve 3 anos afastado de todo o glamour do mambo e de Nova Iorque, no entanto foi na Marinha que aprendeu a tocar saxofone e bateria com a banda do navio.

Tito Puentes após regressar da guerra, recebeu a Comenda Presidêncial e completou sua formação musical na Juilliard School of Music, terminou os seus estudos em 1947, com 24 anos.

Em 1948, ele formou a sua própria banda Boys Piccadilly, mas em pouco tempo ficou conhecida como Tito Puente Orchestra. Gravou seu primeiro sucesso, “Abaniquito”, sobre o Tico Records rótulo um ano depois. No ano seguinte, ele assinou com a gravadora RCA Victor e gravou o seu conhecido single “Ran Kan Kan”.

Nos anos 50 , foram os anos de ouro do Palladium (local mágico de dança e música em plena cidade de Nova Ioque), a banda de Tito Puente foi considerada uma das três melhores orquestras de Nova Iorque, juntamente com a Orquestra de Machito e Tito Rodriguez. Esta foi a chamada febre do Mambo em Nova Iorque.

Tito Puente tinha o seu próprio programa televisivo denominado “El Mundo de Tito Puente”, transmitido na televisão latino-americanos em 1968.

Homenage A BenyEm 1979, ele ganhou seu primeiro de cinco Grammy Awards por seu álbum de tributo ao cantor Cubano Beny More. Outros Grammy Awards vieram em 1983 por On Broadway; 1985 por Mambo Diablo; 1990 por Gosa Mi Timbal; e em 2000 por Mambo Birdland.

Puente foi homenageado com uma estrela na Hollywood Walk of Fame em 1990 e também em 1992 no filme Os Reis do Mambo; recebeu a Medalha Nacional da Arte, oferecida pelo Presidente Clinton em 1997 e foi homenageado pela Biblioteca do Congresso em Abril de 2000 como uma Lenda Viva. O The New York Times escolheu Dancemania de Puente como um dos 25 álbuns mais influêntes do século 20.

Em sua vida, Tito Puente gravou 120 álbuns, compôs mais de 450 músicas, e tem mais de 2000 arranjos, fez mais de 10000 performances ao vivo no mundo inteiro. Pouco depois de sua morte, lancçou-se o seu último trabalho com um álbum de Eddie Palmieri, em 18 de Julho de 2000. Morreu aos 77 anos, em 31 de Maio de 2000, em Nova Iorque.

Deixo-vos um vídeo deste magnifico músico…



Espero-vos numa próxima dança…


Fernanda Duarte

---

Comentários

  1. Hermano : 2015-07-24 #

    Boa Matéria. Gostei muito do conteúdo da Matéria pois Tito puente e realmente é um excelente músico. Escrevi uma matéria no meu blog para falar dos 15 anos de sua partida.

    http://salsaemsalvador.blogspot.com.br/2015/06/tito-puente-15-anos-de-sua-partida.html


 
« Voltar

Ferramentas

Pesquisar:


Subscrever fonte:
RSS / Atom


Onde dançar:
Ver mapa!


Traduzir:
Portuguese/English Portuguese/Spanish Portuguese/French Portuguese/German